18.9.13

das coisas que esperamos






esperamos sempre mais do que aquilo que temos ou queremos ter, as expectativas são do caraças, e aquilo que ao inicio no parece perfeito começa a tornar-se rotina, e ter estabilidade é bom, mas não traz nada de novo. preciso de aventura. descoberta. surpresa. uma manta ao luar. uma flor. um riso parvo. mergulhar na água gelada. escalar uma montanha. uma loucura. preciso de ser mais eu, voltar ao que fui e ao que era, arriscar sem medos. a maturidade traz destas coisas, de começar a pensar no futuro e ter receios. mas eu gostava mais de mim inconsequente, ingénua e mais frontal. agora meço as palavras, agora precavenho-me, agora sinto que estou a perder a essência, mas isso não vai acontecer, porque vou continuar a arriscar, a fugir da rotina e a manter as expectativas no máximo, porque quanto mais desejo mais posso obter, e a felicidade está nisso, eu esperar mais, em não nos contentarmos com o que temos, em querer uma história de príncipes e princesas e ter o mundo. No fundo só queremos aquilo com que sempre sonhamos.


Sem comentários: